quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

♀ 22 velas


Há várias ocasiões em que tenho noção de que tenho o melhor namorado do mundo. Nas vezes em que me sinto compreendida, nas vezes em que o vejo genuinamente preocupado, nas vezes em que noto que ele me conhece na perfeição. Não é perfeito. Longe disso. Mas é o melhor. Porque tem defeitos, claro, mas que podiam ser bem piores. Nem sempre lhe digo o quanto o valorizo... até para que ele não se sinta o maior do capoeiro e comece a fazer asneirada por excesso de confiança. Não. Mas digo quando sinto que o devo fazer. Nos dias especiais ou nos dias em que estou inspirada. Ou nos dias em que ele próprio me inspira. Quando há algum gesto, mesmo que pequenino, capaz de me encher o coração. Quando há aqueles olhares capazes de dizer mais do que qualquer palavra. Porque amor é isso. Amor é sentir, mais até do que dizer. Amor é sentir e, só com o olhar, fazer com que o outro saiba que o sentimos.
Feliz aniversário, meu amor!

1 comentário: